Notícias

Ver notícia

As intervenções realizadas pela Ambiental Ceará fazem parte do projeto de universalização do acesso à coleta e ao tratamento de esgoto em 24 cidades cearenses

Em algumas vias do bairro Antônio Linard, antes conhecidas como ruas da lama, em Missão Velha, é possível ver novas rotinas: moradores sentados nas calçadas, crianças brincando e espaços sem esgoto correndo a céu aberto. A realidade é resultado das obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário, realizadas pela Ambiental Ceará, por meio da Parceria Público-Privada firmada com a Cagece. Já foram implantados 6,2 km de novas redes coletoras nas cidades de Juazeiro do Norte, Barbalha e Missão Velha. Essas estruturas contemplaram diretamente mais de 5 mil pessoas, viabilizando a conexão de mais 1,4 mil imóveis ao sistema de coleta e tratamento de esgoto. 

Uma das moradoras beneficiadas é a dona de casa Maria Raquel Ribeiro, 39, que reside há três anos na rua Vereador Almir Cavalcante, em Missão Velha. “Antes, aqui tinha muita lama, esgoto a céu aberto, mau cheiro e sujeira na rua. Quando chegava o fim da tarde, apareciam muitas muriçocas. Nessa rua, muitas pessoas tiveram dengue, Chikungunya e outras doenças que têm a ver com o esgoto. Agora está uma maravilha! Além disso, nós podemos sentar na calçada para conversar, as crianças estão brincando na rua, e estamos mais saudáveis e felizes”, afirma Maria Raquel. A rua em que ela mora faz parte do trecho do bairro Antônio Linard contemplado com 1,2 km de novas redes coletoras.

Maria Raquel Ribeiro, moradora de Missão Velha beneficiada com as obras de esgotamento sanitário da Ambiental Ceará. Foto: Divulgação

As mudanças também já são vivenciadas pelos moradores do bairro Malvinas, em Barbalha, que já recebeu mais 4 km de novas redes coletoras, beneficiando mais de 915 famílias. Entre elas está a da agricultora Eriane dos Santos Santana, 40, moradora da rua P16. Ela conta que, além de já estar conectada a rede de esgoto da rua, também aprendeu sobre a importância do esgotamento sanitário para a população e para o meio ambiente.

“A equipe da Ambiental Ceará passou na minha casa e me explicou sobre os benefícios para a saúde da minha família e para o local onde vivemos. Moro na parte mais baixa da rua, então, todo o esgoto das moradias de cima descia e passava na frente da minha porta. Durante a obra, que durou cerca de 20 dias, os trabalhadores da empresa foram sempre educados e realizaram o serviço bem feito. O resultado é uma rua toda limpa, sem água parada e esgoto a céu aberto. Também diminuiu a quantidade de muriçocas. Estou muito feliz e agradecida”, destaca.

Benefícios a longo prazo

O diretor-executivo da Ambiental Ceará, Danilo Almeida, ressalta que as obras de esgotamento sanitário em andamento nos municípios da região visam trazer soluções que garantam benefícios para a saúde e meio ambiente. A meta é garantir que, em 10 anos, 90% da população destas cidades tenha acesso à rede de coleta e ao tratamento de esgoto. 

“Os moradores dos bairros em que atuamos agora possuem o esgoto coletado e direcionado às Estação de Tratamento. Assim, conseguimos pôr fim nas conhecidas ruas da lama, retirando o esgoto a céu aberto e garantindo que receba o tratamento adequado, beneficiando o meio ambiente. Essas obras também proporcionaram também mais qualidade de vida, saúde e dignidade”, detalha o diretor-executivo.

Neste momento, a empresa está com obras em andamento nas cidades de Juazeiro do Norte, Barbalha, Santana do Cariri e Nova Olinda. Veja o cronograma abaixo:

OBRAS EM ANDAMENTO NO CARIRI

Juazeiro do Norte

  • Bairro Lagoa Seca

Implantação de rede coletora de esgoto

Conclusão prevista em outubro de 2023

  • Bairro Frei Damião

Implantação de rede coletora 

Conclusão prevista em janeiro de 2024

Barbalha

  • Bairro Malvinas

Implantação de rede coletora de esgoto 

Conclusão prevista em dezembro de 2023

  • Bairro Nossa Senhora de Fátima

Implantação de rede coletora de esgoto

Conclusão prevista em dezembro de 2023

Santana do Cariri

  • Canal de São Pedro

Implantação de rede coletora de esgoto

Conclusão prevista em novembro de 2023

Nova Olinda

  • Bairro Piçarreira

Implantação de rede coletora de esgoto 

Conclusão prevista em novembro de 2023

PPP do esgotamento

Por meio da Parceria Público-Privada (PPP) firmada com a Cagece, a Ambiental Ceará é responsável pela ampliação, operação e manutenção dos sistemas de esgotamento sanitário em 24 municípios das regiões metropolitanas de Fortaleza e do Cariri. A PPP atende 4,3 milhões de pessoas e, ao todo, R$ 19 bilhões serão investidos – desse total, R$ 6,2 bilhões serão aplicados em obras. 

Desde o início da operação definitiva, a Ambiental Ceará implantou mais de 25 km de novas coletoras, viabilizando a conexão de mais de 4 mil imóveis ao sistema de coleta e tratamento de esgoto, garantindo mais qualidade de vida e saúde para a população e contribuindo para a preservação do meio ambiente.

A PPP visa cumprir as metas estabelecidas pelo Novo Marco Legal do Saneamento, que determina que 90% da população tenha acesso à coleta e ao tratamento de esgoto até o ano de 2033, avançando para 95% em 2040.

Compartilhar:

Veja Também

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Ambiental Ceará trabalha diariamente para ampliar e melhorar o índice de coleta e tratamento de esgoto.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Contato Saiba mais
Contato

O atendimento ao cliente permanece com a Cagece. Utilize a Central de Atendimento da Cagece para qualquer solicitação.