Notícias

Ver notícia

A iniciativa vai ofertar cursos profissionalizantes que preparem as alunas para empreender e entrar no mercado de trabalho

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) e a Ambiental Ceará assinaram, nesta terça-feira (4), um Termo de Cooperação Técnica com a Secretaria das Mulheres do Governo do Ceará para  capacitar mulheres para que sejam empreendedoras na área do saneamento. O documento foi assinado pela vice-governadora do Ceará e secretária das Mulheres, Jade Romero, pelo diretor de Gestão de Parcerias da Cagece, Luciano Arruda, pelo diretor-presidente da Ambiental Ceará, André Facó, e pela diretora de Relações Institucionais da Ambiental Ceará, Águeda Muniz, na sede da Vice-Governadoria. 

As vagas dos cursos profissionalizantes serão direcionadas às pessoas acompanhadas pela Casa da Mulher Brasileira, nas 24 cidades das regiões metropolitanas de Fortaleza e do Cariri atendidas pela Parceria Público-Privada (PPP) para universalização do esgotamento sanitário firmada entre a Cagece e a Ambiental Ceará. 

Durante o evento de assinatura, a vice-governadora Jade Romero destacou que a parceria visa ampliar oportunidades para as mulheres no mercado. “É preciso quebrar a visão de estereótipos e gêneros dentro do ambiente de trabalho. Sempre que me reúno com os prefeitos para tratar sobre o programa Ceará Por Elas, destaco a PPP de esgoto, os investimentos em saneamento básico, a importância da licença social e o papel das mulheres nesse processo. Em um país onde o retrato das famílias tem as mulheres como chefes, ter essa parceria para incluí-las cada vez mais em outras áreas é muito importante. Assim, estaremos preparando as mulheres para entrar nesse mercado”, concluiu.

Os cursos profissionalizantes serão ofertados por meio do projeto Mãos e Obras, uma iniciativa desenvolvida pelas empresas da Aegea – companhia líder em saneamento privado no Brasil e controladora da Ambiental Ceará, parceira da Cagece. O programa visa contribuir para que os serviços da área de saneamento sejam executados com qualidade e também estimular a economia local. 

O projeto contará com a participação da Cagece, que disponibilizará seus laboratórios para aulas práticas, realização de pesquisas e projetos de inovação. A companhia também promoverá palestras, oficinas e ações para fortalecer as capacitações. Segundo o diretor de Gestão de Parcerias da Cagece, Luciano Arruda, a iniciativa vai ao encontro do esforço do Governo do Ceará para qualificar a mão de obra feminina e incluí-las no trabalho. 

“No nosso caso, que é a universalização do esgotamento sanitário, nós precisamos incluir e oferecer às mulheres cearenses a oportunidade de trabalhar nessas frentes de serviço, que se multiplicam por todos esses 24 municípios da PPP, que a Cagece e a Ambiental Ceará tocam para dar cumprimento à Lei do Marco regulatório do Saneamento. Para que cumpramos o objetivo da universalização do esgotamento sanitário e, desta feita, também a inclusão da mão de obra feminina qualificada e preparada para esse grande desafio”, afirma Luciano.

As primeiras turmas ofertadas serão para o curso técnico de Instalações Sanitárias. Serão contempladas cerca de 50 mulheres, divididas entre as duas macrorregiões atendidas pela Ambiental Ceará, por meio da PPP com a Cagece. Ao final da formação, elas estarão aptas a atuar como bombeiras hidráulicas e realizar ligações de rede doméstica em sistemas de esgotamento sanitário. 

Vice-governadora do Ceará, Jade Romero, com as diretorias da Ambiental Ceará e Cagece, durante a assinatura da parceria. (Foto: José Wagner/Governo do Estado)

“A Ambiental Ceará, nesta parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria das Mulheres e da Cagece, dá mais um grande passo no fortalecimento das relações com a comunidade para universalizar o acesso à coleta e ao tratamento de esgoto. Dessa vez, estamos priorizando as mulheres, fazendo com que se tornem empreendedoras na área do saneamento, gerem renda e se insiram em um mercado que, até então, não é muito associado ao público feminino, mas vai passar a ser”, avalia a diretora de Relações Institucionais da Ambiental Ceará, Águeda Muniz.

Segundo ela, essa parceria com o Governo do Estado vai ajudar, também, a aproximar a Ambiental Ceará das mulheres chefes de famílias, que tomam a decisão sobre conectar a casa à rede de esgoto. Dessa forma, a jornada pela universalização do esgoto terá mais um reforço. 

PPP de esgotamento sanitário

Universalizar o esgotamento sanitário é a premissa da Parceria Público-Privada (PPP) firmada entre a Cagece e a Ambiental Ceará. A empresa é responsável pela ampliação, operação e manutenção do sistema de esgotamento sanitário em 24 municípios das regiões metropolitanas de Fortaleza e do Cariri, atendendo 4,3 milhões de cearenses. Ao todo, R$6,2 bilhões serão investidos em obras, levando esgotamento sanitário para 90% da população até o ano de 2033, e avançando para 95% em 2040.

Compartilhar:

Veja Também

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Ambiental Ceará e saiba mais sobre obras, programas e projetos.

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Ambiental Ceará trabalha diariamente para ampliar e melhorar o índice de coleta e tratamento de esgoto.

Contato Saiba mais
Contato

O atendimento ao cliente permanece com a Cagece. Utilize a Central de Atendimento da Cagece para qualquer solicitação.