Notícias

Ver notícia

O programa cria um canal aberto e direto entre a empresa e a população e está sendo executado em 24 municípios

Iniciativa que estreita o relacionamento entre a Ambiental Ceará e a comunidade, o programa Afluentes foi oficialmente lançado, em Fortaleza, na manhã do sábado (9), na Estação de Pré-Condicionamento de Esgoto (EPC) da Av. Leste Oeste. O encontro reuniu mais de 300 lideranças de comunidades dos 39 territórios da capital cearense para um momento de aprendizado sobre esgotamento sanitário.

O programa Afluentes é executado em todas as concessionárias da Aegea – empresa controladora da Ambiental Ceará e líder em saneamento privado no Brasil – e, por meio do contato com lideranças, aproxima as equipes dos moradores, permitindo que conheçam mais a fundo as necessidades de cada local e recebam sugestões acerca dos serviços prestados. Dessa forma, o Afluentes é, também, uma ferramenta que integra o dia a dia da operação.

“Estamos muito felizes com esse comprometimento de sermos embaixadores da saúde. Reunimos pessoas dos 39 territórios de Fortaleza para se conhecerem, dividirem conhecimento e mostrar a força que temos quando estamos juntos.  Cada pessoa cadastrada no Afluentes nos ajuda na missão de levar a saúde para os bairros. Somos, todos, agentes da dignidade”, enfatizou a diretora de Relações Institucionais da Ambiental Ceará, Águeda Muniz. Segundo ela, a empresa não é somente uma realizadora de obras de esgotamento sanitário, mas vive a operação desse sistema diariamente junto às pessoas. Além de Águeda Muniz, o evento contou com a presença do diretor-presidente da Ambiental Ceará, André Facó, e do diretor de Operações, Fernando Lima. 

Moradora do bairro Passaré, Margarete Barbosa, 60, não escondeu a emoção ao falar sobre a transformação que vai passar em breve, com a chegada do esgotamento. “Eu até me emociono, porque era o meu sonho. Você ver uma caixinha de esgoto na porta da sua casa sem precisar chamar ninguém para retirar a fossa, vai ser muito bom”, disse. Ela avaliou positivamente a aproximação das lideranças comunitárias com a Ambiental Ceará. “O evento mostrou que a empresa quer um contato mais direto com os representantes dos bairros, pois nós é que sabemos como as intervenções podem acontecer. Eles se mostraram abertos a esse diálogo e vai ser muito importante para o sucesso das obras”, completou.

Moradora do Passaré, Margarete Barbosa se emocionou ao falar da expectativa da chegada do esgotamento sanitário no bairro onde mora. Foto: Esdras Nogueira/Ambiental Ceará.

Quem também estava no encontro era Francinete Cabral, mais conhecida como Dona Nete, 80, moradora do Pirambu há 56 anos e uma das primeiras catadoras de lixo de Fortaleza. “É importante escutar. Um dia, vamos  encher a boca e dizer que somos de Fortaleza, e mostrar ao mundo a força desse nome. Ninguém paga pelo sonho. Afluentes é o rio pequeno que vai para o mar. Por isso sonho que Fortaleza saia na frente desse projeto Afluentes”, celebrou.

Jornada de confiança

O evento na EPC foi a consolidação de uma série de encontros realizados em Fortaleza, e que tiveram início em setembro deste ano. Ao longo de mais de dois meses, foram diversas rodas de conversas, sensibilizando as lideranças comunitárias e reforçando o papel deles como disseminadores dos benefícios relacionados ao esgotamento sanitário.  

O programa Afluentes está sendo executado nas 24 cidades contempladas pela Parceria Público-Privada firmada entre Ambiental Ceará e Cagece, visando garantir que, até 2033, estes municípios tenham 90% de cobertura de esgoto. Ao longo da operação, o Afluentes vai promover, também, reuniões periódicas com a comunidade, onde são apresentados balanços dos investimentos e ações desenvolvidas. Além disso, esses encontros são oportunidades de esclarecer dúvidas e ouvir as solicitações da comunidade.

O evento na EPC foi a consolidação de uma série de encontros realizados em Fortaleza, e que tiveram início em setembro deste ano. Foto: Esdras Nogueira/Ambiental Ceará.

PPP do esgotamento sanitário

Por meio da Parceria Público-Privada (PPP) firmada com a Cagece, a Ambiental Ceará é responsável pela ampliação, operação e manutenção do sistema de esgotamento sanitário em 24 municípios das regiões metropolitanas de Fortaleza e do Cariri. A PPP atende 4,3 milhões de cearenses e, ao todo, R$ 6,2 bilhões serão investidos em obras. A PPP visa promover o avanço do esgotamento sanitário para 90% da população até o ano de 2033, avançando para 95% em 2040.

Compartilhar:

Veja Também

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Ambiental Ceará e saiba mais sobre obras, programas e projetos.

Contato Saiba mais
Contato

O atendimento ao cliente permanece com a Cagece. Utilize a Central de Atendimento da Cagece para qualquer solicitação.

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Ambiental Ceará trabalha diariamente para ampliar e melhorar o índice de coleta e tratamento de esgoto.