Notícias

Ver notícia

O trabalho acelera o processo de operação assistida e antecipa o início dos investimentos da PPP de esgotamento sanitário 

Cerca de 5 mil ativos e mais de 100 plantas das Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) do Ceará estão sendo mapeados e catalogados com o uso de drones, GPS e câmeras 360º. A tecnologia utilizada pela Ambiental Ceará, por meio do programa Infra Inteligente, da Aegea Saneamento, acelera os processos do período de operação assistida da Parceria Público-Privada (PPP) de saneamento básico. A expectativa é antecipar o início das obras nas 17 cidades das regiões metropolitanas de Fortaleza e do Cariri. 

O programa Infra Inteligente é uma iniciativa da Aegea, empresa líder em saneamento privado no País. “Essa ferramenta proporciona uma análise muito detalhada, utilizando o que se tem de melhor na tecnologia para mapeamento dos equipamentos operacionais, civis e eletromecânicos, com utilização de drones, topografia de precisão e mapeamento digital de pontos, em que é possível identificar do macro até o micro”, afirma Fernando Lima, diretor executivo da Ambiental Ceará.

O cadastramento detalhado dos equipamentos e unidades operacionais é um dos primeiros passos para mapeamento das estruturas físicas que a Ambiental Ceará está assumindo. Cerca de 80% dos ativos de 14 cidades, entre os 17 municípios atendidos, já foram mapeados pelas equipes da Ambiental Ceará. A tecnologia já chegou em Aquiraz, Cascavel, Chorozinho, Eusébio, Guaiúba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacatuba, Barbalha, Juazeiro do Norte, Missão Velha e Pacajus.

Por meio da ferramenta, são criados gêmeos digitais das estações, ou seja, uma reprodução virtual das unidades e dos equipamentos. As réplicas fiéis das infraestruturas de esgoto permitem que as equipes da Ambiental Ceará visualizem e analisem os equipamentos pela tela de um computador. Com as imagens em 3D é possível visitar virtualmente e com frequência as instalações das cidades atendidas pela PPP.

As equipes estão catalogando edificações, plantas, estações de tratamento e elevatórias. “Também é feito um trabalho de identificação de equipamentos como bombas, motores, painéis elétricos, infraestrutura e condição das lagoas de tratamento. Assim, em um relatório técnico detalhado, são identificadas informações como vazão, pressão, capacidade dos equipamentos e condição elétrica. Neste momento, os dados são fundamentais para darmos os próximos passos, como a elaboração de projetos”, detalha o diretor Fernando Lima.

Cada ativo terá uma identificação, através de um código de base, sendo possível ver todo o histórico da estrutura e equipamento, como acompanhamento da vida útil e a previsibilidade de manutenção. O Infra Inteligente traz a unidade operacional para dentro do escritório, concentrando informações técnicas em uma única plataforma que permite fazer simulações, estudos para futuras ampliações e melhorias, além de aumentar a eficiência em manutenções preventivas, garantindo cada vez mais eficiência dos serviços oferecidos à população.

Alta tecnologia a serviço do saneamento 

O programa Infra Inteligente tem foco no aumento da eficiência operacional, por meio de um banco de dados onde ficam as imagens 3D dos equipamentos e estruturas dos sistemas de esgoto. A captação das imagens é feita com o uso de drones e GPS de alta precisão. Esta tecnologia viabiliza o cruzamento com informações técnicas levantadas através das visitas in loco, além de equipamentos com sensores que transmitem dados em tempo real.

“No Infra Inteligente é empregado o conceito de gêmeos digitais, que utiliza fotografias georreferenciadas obtidas por drones e processadas por software, para representar as estruturas físicas, usando o Building Information Modeling (BIM), que significa Modelagem da Informação da Construção, como padrão de projeto. A presença desta tecnologia na Aegea já rendeu prêmios de reconhecimento nacional e internacional”, ressalta Wagner Carvalho, líder do programa Infra Inteligente da Aegea.

PPP de esgoto

Por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP) de esgotamento sanitário, firmada com o Governo do Estado e a Companhia de Água e Esgoto do Estado do Ceará (Cagece), a Ambiental Ceará fica responsável pela universalização do esgotamento sanitário em 17 cidades das regiões metropolitanas de Fortaleza e do Cariri. 

Um total de R$ 2,6 bilhões serão destinados para as obras de ampliação, operação e manutenção dos sistemas de esgotamento sanitário. Os investimentos garantirão que 1,1 milhão de cearenses tenham acesso à coleta e tratamento de esgoto, promovendo mais saúde, dignidade humana e qualidade de vida.

Compartilhar:

Veja Também

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Ambiental Ceará e saiba mais sobre obras, programas e projetos.

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.